sexta-feira, 3 de julho de 2009

A Era do Gelo 3

Pode ser que longas-metragens de animação sejam mais valorizados por sua técnica, já que o filme é todo feito em computador, que por seu conteúdo, de maneira que se pode pensar que a narrativa fica em segundo plano, após o (bom) uso da tecnologia. Bobagem. Filme bom, seja ele live action (ao vivo) ou animação, é aquele que consegue contar uma boa história e cativar o espectador, independentemente do modo como ela é contada.

Usando ainda mais a tecnologia para fazer o filme em terceira dimensão (com uso dos óculos especiais), "A Era do Gelo 3" ("Ice Age: Dawn of the Dinossaurs") estreou na sexta, 26, apenas nas salas equipadas para essa projeção. A partir do dia 1o de julho, porém, outras centenas de salas começaram a exibir a terceira parte do filme dirigido pelo brasileiro Carlos Saldanha na versão normal. Ele, aliás, começou como codiretor no primeiro filme, lançado em 2002. No segundo, em 2006, passou a dirigi-lo e, por consequência, dar mais destaque à sua criação, o esquilo Scrat, que continua tentando agarrar a noz, mas não apenas ela, uma vez que parece ter encontrado sua cara-metade.

Aos que preferem a surpresa, porém, é melhor passar longe dos vídeos divulgados na internet, uma vez que uma sequência inteira é mostrada sem cortes. É realmente engraçada e acompanha trilha sonora perfeita. O comportamento dos esquilos, aliás, é divertido por remeter o espectador ao típico comportamento humano, ao conferir que as mulheres são superiores (ou ao menos pretendem ser ou são vistas como), mandonas, sarcásticas quando querem tirar proveito de alguma situação, em detrimento dos homens que são submissos (ao menos quando se mostram apaixonados), tolos a ponto de acreditar em um charme típico para fazer chantagem, entre outras situações patéticas e caricatas do comportamento humano, mas representado por dois esquilos.

Os outros personagens dos longas anteriores continuam, além de terem a companhia de novos, como os mamutes Manny (com voz de Diogo Vilela, na versão dublada) e Ellie (Cláudia Jimenez) esperam o nascimento de seu bebê; a preguiça Sid (Tadeu Mello) continua atrapalhada e engraçada, mas dessa vez ultrapassa os limites quando se apossa de ovos gigantes que vão dar origem a dinossauros; os gambás loucos por confusão Crash e Eddie; e o tigre dentes-de-sabre Diego (Marcio Garcia) começa a se questionar sobre sua capacidade de lutar, correr e de continuar convivendo com os amigos que agora estão vivendo em família.

Outra novidade é a doninha Buck (Alexandre Moreno), caçadora de dinossauros, que vive no mundo subterrâneo (onde moram os dinossauros), e acabam ajudando os personagens em sua missão.

Destaque para o bom humor do roteiro, uma vez que a história é capaz de arrancar boas (ou serão ótimas?) gargalhadas dos adultos também, além de uma trilha sonora impecável, com direito ao clássico de Lou Rawls "You'll Never Find Another Love Like Mine", "Alone Again (Naturally)", de Gilbert O' Sullivan, além de canções compostas por John Powell, como o tango "You'll Never Tango".

Sem dúvida, "A Era do Gelo 3" é imperdível, principalmente pela história, pela técnica, pelas risadas, pela diversão do uso dos óculos 3-D.

2 comentários:

fofa disse...

com meu filho de 13 anos, amamos...lindo...gostei d+ do 1 e do 2...o 3 e lindo...espero que no 4 o esquilinho volte a viver feliz com sua namorada tadinho...e o tigre tb arrume uma companheira e tenha lindos filhos...beijos!g

fofa disse...

carlos saldanha esta de parabens!
orgulho nacional...
amei esse filme, o publico infantil merece algo assim, inocente pq tem muita maldade nos filmes de hoje em dia, violencias ate em desenhos...
a era do gelo e otimo, mostra um outro lado, ouvia as risadas das crianças e ate um suspense dentro do cinema...os olhinhos vibravam atentos e logo dpois um leve suspiro...amei a reaçao de meu filho...ali...calado...logo ele que e tao agitado! ate para adultos...amei a cena do tango entre os dois esquilos...adorei a cena de amor ao tema da musica "alone again", eu adorei gente...vi 2 vzs...lindod+!